Histórica decisão sulista, em 2016 o Sul vai às urnas em plebiscito para separar-se do Brasil.



       02 de Outubro de 2016 o Sul terá uma decisão história a ser tomada pelo voto nas urnas em plebiscito que esta marcado para esta data. Neste plebiscito a população sulista decidirá se quer formar um novo país, República Sul Americana, nome provisório, ou continuar sob administração de Brasília. Em pesquisas realizadas no final de 2014 73,32% dos sulistas são favoráveis e diriam sim ao novo País, 14,44% optariam em continuar sob administração do Brasil e 6,23% não tem opinião formada ou não souberam responder a pesquisa GESUL. 
       E como os números não mentem, o Sul realmente é uma região muito prejudicada pelo Brasil no repasse dos recursos e na participação do PIB Nacional. Para se ter uma ideia o Paraná enviou R$ 60.203.785, e teve como retorno R$ 13.260.795, Já santa catarina enviou 45.413.873, e recebeu de volta R$ 7.487.968, O Rio G.Do Sul enviou a Brasília nada mais e nada menos que R$ 60.996.214, e teve de volta R$ 13.021.158, E estes números estão deixando a população sulista furiosa com Brasília, desacreditando no Brasil e se decepcionando com a representatividade política na capital federal.
       Todos sabem que é do povo que emana o poder, e a auto determinação dos povos é a base legal do movimento "O sul é meu País" em muitas cidades sulistas com vários e vários adeptos e seguidores, simpatizantes e militantes que todo dia ver suas fileiras engrossarem com grande número de pessoas aderindo. O movimento que começou na década de noventa se restringiu durante algum tempo às redes sociais, mas hoje ganha as ruas com adesivos, panfletagens, "bandeiraços" e corpo a corpo por parte dos militantes pró sul independente. Outros movimentos que crescem no Brasil são Acre Independente, Nordeste independente, Pernambuco Independente e São paulo Independente.
       No vídeo mais algumas ressalvas ao que escrevemos e argumentos que são incontestáveis. Na conjuntura do atual Brasil.


1 comentários: