Estelionatários cobravam para desfazer feitiço 27 de Maio de 2016 A Polícia Militar de Bom Jesus do Sul, deteve dois homens que estavam aplicando um golpe em um casal de idosos moradores no interior do município. Os fatos chegaram ao conhecimento dos policiais na manhã de quarta-feira (25) às 10h20 onde o gerente de um banco informou que uma senhora estava sacando certa quantia em dinheiro junto com um estranho e o nervosismo da mulher chamou a atenção. Os policiais encontraram no banco a senhora de 72 anos, acompanhada do homem. Ela informou que precisava sacar R$ 3.300,00 para que o homem desfizesse um “feitiço” feito para matar sua filha e que no dia anterior, na terça-feira (24) ela já havia repassado ao homem e seu companheiro R$ 1.850,00, porém eles precisavam de mais dinheiro por que o “feitiço” era muito forte e eles não estavam conseguindo desfazer. O suspeito foi encaminhado para o destacamento da Polícia Militar enquanto os policiais foram até a casa da senhora onde o segundo suspeito estava com o marido dela e também foi detido e encaminhado ao destacamento. Eles informaram apenas que haviam vendido chás e ervas e feito orações para desfazer o feitiço. O caso caracteriza Estelionato. (Fonte: PPnews)






A Polícia Militar de Bom Jesus do Sul, deteve dois homens que estavam aplicando um golpe em um casal de idosos moradores no interior do município.

Os fatos chegaram ao conhecimento dos policiais na manhã de quarta-feira (25) às 10h20 onde o gerente de um banco informou que uma senhora estava sacando certa quantia em dinheiro junto com um estranho e o nervosismo da mulher chamou a atenção.

Os policiais encontraram no banco a senhora de 72 anos, acompanhada do homem. Ela informou que precisava sacar R$ 3.300,00 para que o homem desfizesse um “feitiço” feito para matar sua filha e que no dia anterior, na terça-feira (24) ela já havia repassado ao homem e seu companheiro R$ 1.850,00, porém eles precisavam de mais dinheiro por que o “feitiço” era muito forte e eles não estavam conseguindo desfazer.

O suspeito foi encaminhado para o destacamento da Polícia Militar enquanto os policiais foram até a casa da senhora onde o segundo suspeito estava com o marido dela e também foi detido e encaminhado ao destacamento.

Eles informaram apenas que haviam vendido chás e ervas e feito orações para desfazer o feitiço. O caso caracteriza Estelionato.

(Fonte: PPnews)

0 comentários: