Vereadores pedem reajuste nos valores do vale alimentação pago aos funcionários públicos municipais






Na semana passada uma indicação assinada pelos nove vereadores deu entrada na câmara de vereadores de Chopinzinho, a qual solicita ao chefe do poder executivo municipal que atenda a reivindicação dos funcionários públicos municipais, os quais buscaram apoio da câmara na luta pela atualização do vale alimentação com base nos percentuais pertinentes. A iniciativa da indicação partiu do vereador Leônides Moser e contou com o apoio dos demais. Ao falar sobre o assunto, Moser destacou a importância do pedido. “O vale alimentação no valor de 100 reais foi instituído no ano de 2005 como forma de melhorar a renda do funcionalismo público municipal, porém, durante esses mais de 10 anos nunca houve uma correção no valor do benefício. Diante disso estamos pedindo que seja dado um reajuste digno para recuperar um pouco do poder de compra desse valor do benefício”, ressaltou o vereador.

Leônides Moser lembrou que a defasagem no valor do benefício passa de 80% durante esse período de 11 anos sem reajuste. “Se a correção do vale alimentação fosse feita pelo IGPM (Índice Geral de Preços do Mercado) o valor do benefício seria de 186 reais nos dias de hoje. Se a correção fosse feita pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) índice que é utilizado para a correção do salário mínimo, o valor ficaria em 293 reais. Sabemos que o impacto sobre a folha de pagamento é grande, mas pedimos ao executivo municipal que analise juntamente com a Sismuch (Sindicato dos Servidores Municipais de Chopinzinho), uma solução que atenda os direitos dos funcionários públicos municipais”, finalizou Moser.

O pedido assinado pelos nove vereadores foi encaminhado ao executivo municipal para as providências cabíveis.

0 comentários: